Rede de material de construção levanta R$ 115 milhões para tecnologia e logística

A ABC da Construção, rede familiar de materiais de construção, recebeu um aporte de R$ 115 milhões, valor levantado pelos próprios sócios fundadores e pelos fundos Spectra, Fir Capital e Redpoint eventures, que já investiram na empresa anteriormente. Com os recursos, a companhia pretende acelerar o investimento em tecnologia, pessoas, mix de pessoas e logística.


De acordo com a empresa, os canais digitais cresceram 130% durante a pandemia e representam 71% de seu faturamento. A expectativa é fechar o ano com mais de 100 lojas e receita anual de R$ 500 milhões.


“Sempre tivemos o foco em ser uma empresa do segmento de construção com base em inovação e tecnologia  — e estamos colhendo frutos do que vimos plantando ao longo de, no mínimo, cinco anos. É gratificante colher os melhores resultados da história em um momento tão difícil como esse e chega a ser emocionante saber que, com esse aporte, poderemos expandir mais ainda nossas operações, podendo ajudar mais algumas centenas de empreendedores locais a procura de soluções sustentáveis nesse novo mundo”, relata Tiago Mendonça, CEO da ABC da Construção."

"Romero Rodrigues, sócio-diretor da Redpoint eventures, fundo responsável pelo Cubo Itaú, afirma ter se impressionado com o modelo de negócio da ABC, que se digitalizou a partir de lojas tradicionais. "Os ecossistemas locais replicados a centenas ou milhares vêm transformando a empresa em um organismo vivo e digital muito poderoso, crescendo rápido com lucratividade e geração de caixa”, avalia.


Com 90 lojas em 70 cidades de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, a ABC da Construção foi fundada pelo avô de Tiago Moura Mendonça e faz parte da Endeavor, organização global de empreendedores de alto impacto."