Estudo confirma recuperação da construção

A Cielo divulga mais uma edição da Pesquisa “Impacto do Covid-19 no Varejo Brasileiro”. Realizada desde o início do surto de coronavírus no País, o levantamento mostra o desempenho do varejo nacional desde a primeira semana de março. De acordo com dados apurados pelo estudo, o faturamento nominal do comércio recuou 15,1% entre os dias 05 e 11 de julho, o que representa a menor queda desde a terceira semana de março - início do isolamento social - quando a retração havia sido de 14,5%. No acumulado entre a primeira semana de março e a última edição da pesquisa, o varejo acumula desaceleração de 26,9%. Já o segmento de Bens Duráveis, que contabiliza os resultados dos setores de material de construção, vestuário, móveis, eletro e lojas de departamento, registrou recuo de 8,6% na última semana e 33,8% no período acumulado desde a primeira semana de março até agora. Nesse cenário, o varejo de material de construção deu adeus ao período de queda nos negócios. No acumulado, o segmento registra faturamento nominal de 2,8% e alta de 36,4% na semana de 05 a 11 de julho.


Fonte: Revista Anamaco