Desempenho do Varejo em ascensão

Texto: Redaçao Revista Anamaco


Divulgado pela 26ª semana seguida, o Boletim Cielo “Impacto do Covid-19 no Varejo Brasileiro” comprova a recuperação gradual do faturamento do varejo após o surto de coronavírus. Apesar da pandemia ainda não ter sido controlada, pouco a pouco, as empresas vêm retomando suas atividades.


Segundo o estudo, desde o início da crise de Covid-19, o varejo total no Brasil registrou queda de 23,1% mas, por mais uma semana, o ritmo de retração está desacelerando. Entre os dias 23 e 29 de agosto, o recuo foi de 11,3%.


O segmento de Bens Duráveis, que agrupa o desempenho dos setores de Vestuário, Móveis, Eletro e Lojas de Departamento e Material de Construção, também vem reduzindo a queda. No período acumulado entre a primeira semana de março e a última de agosto, a desaceleração é de 26,5%. Entretanto, a retração foi menor na última semana: 4,4%.


Já o varejo de material de construção, muito influenciado pelos recursos oriundos do auxílio emergencial, desde maio está em terreno positivo. No acumulado, o crescimento é de 10,9% e, entre os dias 23 e 29 de agosto, o incremento foi de 34,6%.




Fonte: Cielo | ICVA - Índice Cielo do Varejo Ampliado