Concorrência: Ademir Dalla Bernardino fala sobre liderança


Ademir Luiz Dalla Bernardina é diretor-presidente da Dalla Bernardina, empresa que ele fundou há quase 30 anos. Com mais de 40 anos no comércio varejista, Ademir conta atualmente com as duas filhas na direção do negócio.


A Dalla Bernardina é uma empresa tradicional no varejo capixaba de material de construção, lar e lazer. Atualmente são cinco lojas, com previsão de inauguração da sexta em dezembro, em Linhares. Também há a possibilidade de fazer as compras on-line, com um e-commerce iniciado em maio de 2020.


Qual é o seu conceito de liderança?


A liderança tem que transmitir a cultura da empresa em suas atitudes. O foco sempre vai ser o cliente. Uma das minhas grandes paixões é o atendimento, sou comerciante de varejo há mais de 45 anos. Temos um estilo de gestão em que a Diretoria está sempre presente nos salões de venda, o que permite à liderança identificar os gaps que possam existir e se aproximar de clientes e colaboradores, diminuindo as camadas de hierarquia. Foco no cliente, em vendas e hierarquia menos rígida são a base do nosso DNA.


Por que você foi considerado líder no seu segmento?


Fizemos um grande trabalho nos últimos anos com a abertura de novas lojas, criamos uma equipe focada no cliente e conseguimos transmitir essa cultura. Sem dúvida, foi pela capacidade do meu time que conseguimos esse prêmio.



Quais são os pilares de uma liderança de sucesso?


Cultura forte, tornando claro o objetivo da empresa para todos os funcionários, e sempre estar perto dos clientes e colaboradores, verificando suas necessidades, ou seja, uma hierarquia menos rígida. Por fim, capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças de cenário.


Quais são os maiores desafios e conquistas de ser líder?


O maior desafio é gerir pessoas, manter todo o time focado num único objetivo e ainda com comunicação efetiva e rápida. Se não estiver claro qual a função e o objetivo de cada colaborador, os processos não fecham e começam a desandar. A maior conquista é ser referência no setor dentro do estado e para os clientes. Ser líder de mercado e maior revenda pelo quarto ano consecutivo pela Anamaco no Espirito Santo (prêmio nacional do setor de varejo de material de construção) nos enche de orgulho e avaliza todo trabalho de equipe.


Como motivar pessoas e alinhar os propósitos dos colaboradores com os da empresa?


Manter um canal de comunicação da Diretoria junto aos colaboradores deixa claro que eles são ouvidos pela empresa e estamos ali para ajudar. A comunicação clara e objetiva é o principal motor para motivação, além de treinamentos e participação do RH junto aos colaboradores. Incentivamos todos os nossos gerentes a fazer reuniões semanais com toda a equipe, repassar o cenário e manter todos motivados para entregar as metas planejadas.


Em que momento e circunstância o líder não pode errar? Por quê?


Um líder nunca pode deixar o ego interferir em suas decisões. Ele precisa entender que estamos vivendo num mundo em que os cenários mudam rapidamente e temos que acompanhar essas mudanças para a perpetuação da organização. Dessa forma, ele não pode deixar seu ego interferir nas mudanças que devem ocorrer, caso contrário a empresa pode perder sua competitividade, seu foco e se perder.


Este momento desafiador pelo qual estamos passando, por exemplo, pode servir como uma oportunidade para os líderes? Se sim, de que forma?


Sem dúvidas, estamos vivendo uma grande transformação. Temos que tomar decisões rápidas, encontrar soluções para satisfação de nossos clientes e colaboradores, visando ao bem-estar de todos neste novo cenário de pandemia. Tivemos que nos transformar. Historicamente nosso setor sempre foi focado nas vendas presenciais. Dessa forma, tivemos que criar um canal de atendimento exclusivo para vendas pelo telefone, investir no nosso e-commerce e, por fim, tornar nossa entrega de itens leves mais rápida. Foram oportunidades que aumentaram nossas vendas quando houve uma certa normalização das lojas físicas. Além disso, colocamos um canal de atendimento direto, sem necessidade de ramais ou menu de atendimento, tornando tudo mais rápido e prático para o cliente. Tudo isso serviu de oportunidade para quebrarmos paradigmas e nos transformarmos, acompanhando as necessidades do momento. Tenho a percepção que as empresas que não conseguirem seguir essa tendência digital e não presencial possam ter seu futuro ameaçado.


Que comportamentos e atitudes caracterizam o líder do futuro?


Um líder sempre tem que estar atento para a cultura da empresa e se as regras e objetivos estão claros para todos os colaboradores, tornando a comunicação uniforme e clara. Deve sempre se manter perto de seus colaboradores e clientes e, por fim, estar atento às mudanças de cenário para se adaptar. Mas nunca esquecer qual é o seu core business, pois essa é a raiz de tudo.


Que futuro você quer para você, sua empresa e seus liderados?


A satisfação de ver a Dalla Bernardina sendo uma referência estadual e nacional no setor é enorme. O time é unido e focado em seu objetivo principal. Espero que meus liderados sempre estejam motivados e satisfeitos com seu trabalho.


Fonte: https://www.folhavitoria.com.br/economia/noticia/12/2020/ademir-dalla-bernardina-um-lider-nunca-pode-deixar-o-ego-interferir-em-suas-decisoes