Compras de materiais de construção crescem 38% no primeiro trimestre

Levantamento indica ainda crescimento de 74% nas vendas feitas por canais digitais

Considerado setor essencial, a construção civil cresceu 10,7%, em 2020, mesmo com a pandemia, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). As mudanças de comportamento dos consumidores, que passou a fazer pequenas reformas em busca de mais conforto e adaptação ao home office, fizeram as compras de materiais de construção crescerem 38% no primeiro trimestre de 2021, em relação a 2020, segundo um levantamento feito pela Visa Consulting & Analytics feito a partir das transações com credenciais Visa.


O valor das transações realizadas em lojas do segmento cresceu quase 50%, o que representa um aumento de 7% no ticket médio gasto pelos consumidores.


A região Sudeste, com 51,33%, liderou o número de transações no setor. Na sequência aparecem as regiões Sul (15%), Nordeste (15%), Centro-Oeste (11%) e Norte (6%).


Vendas online em alta


Apesar de a maioria das compras de materiais de construção ter sido feita de forma presencial, as transações online cresceram 74% em relação a 2020.


“É fundamental que o comerciante se preocupe em marcar presença no virtual e ofereça opções para que o consumidor escolha como deseja comprar, decidindo receber o produto em casa ou retirá-lo na loja, ou utilizando o site para buscar por produtos que ele possa vir a comprar presencialmente no estabelecimento, por exemplo”, afirma Oscar Pettezzoni, diretor-executivo da Visa Consulting & Analytics.


Ele destaca que o estabelecimento deve atrelar variadas formas de pagamento para que o consumidor decida como prefere pagar pela sua compra. “É essa experiência simplificada, inovação, otimização de tempo e conveniências que o consumidor mais deseja”, afirma.

Fonte: https://mercadoeconsumo.com.br/2021/07/11/ompras-de-materiais-de-construcao-cresceram-38-no-primeiro-trimestre-de-2021/